quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Ensejo desejo

Posso não ser oq desejas e ainda assim aproveito o ensejo
de usar teu desejo a meu favor
na noite que o dia calou
e ouvir teus passos miudos
no clarão súbito que o sol iluminou
nossos corpos em ardor, queimando, ardendo a todo vapor
e em pensar que de desejo não se faz um homem
tua boca chama e cala em pensamento
quando nada precisa ser dito
estando tudo em perceptível sentimento.



Escrito em parceria com a Layse

valeu perquena!
§=oD

3 comentários:

Ma disse...

ficou óótimaa!

góbi remoosoo :D

marcia disse...

gostie mt desse, cara!
muito boa as coisas que tu escreve :)
sempre venho por aq, ver teus novos pensamentos. Tem sempre um que diz oq quero e nao consigo falar :)
beeeijo, Bob!

sarah disse...

sem palavras! :D