sexta-feira, 13 de março de 2009

Uma ponta de desígnio

Acenda aquela ponta e dê um pega
pra capar esse sentimento brega
prenda, espere até que a razão
perca toda sua falsa função.

Transforme em paz esse furacão.
Passe, distribua, compartilhe.
Engatilhe a positiva energia
atire, sopre, irradie.
Espalhe toda essa alegria.

Pague a prenda, mas não se apreenda,
não se prenda a pensamentos alheios.
Mente simples, sincera e sem atropelos.
Vá a luta, pense, não se renda.

As coisas boas estão ao redor,
mas também podem vir de dentro
o que esperas vem do alento.
Desiluda-se, firme no seu centro
sempre pratique seu intento.

2 comentários:

cLd- disse...

preciso praticar meu intento,
e tambem ouvir oq vem de dentro

Érika Picanço disse...

essa foi forte... gostei