domingo, 30 de maio de 2010

A rinha que tinha

Tinham coisas
e essas coisas que tinha
lhe faziam o que detinha.
De ter o que tinha
levou a uma interna rinha.
E ria e chorava
enquanto lá dentro
aquela velha rinha amargurava.

2 comentários:

Genny LiMo disse...

=) Tadinha da rinha não é nada legal amargurar, ou se amargurada.

Letícia Palmeira disse...

Um dia escreverei assim. Ou não.


=)