sábado, 29 de novembro de 2008

A importância das coisas

Quem você quer enganar?
Você pensa que todo mundo
sabe como sua cabeça funciona?
Acha que seus pensamentos
são completas verdades,
quando na verdade
ninguém se posiciona!

Passado, memórias.
Futuro, esperança.
Agora é agora!
Não como daqui a pouco,
outra hora.
Agora é agora!

Mas ainda nos resta
o animalesco,
o selvagem instinto,
o não-consciente.
Ciente que existe,
mas que não persiste
em tentar existir.

Olho pra frente,
vejo o passado.
Como se nada,
com boas energias,
tivesse atravessado
nosso caminho.

Aí indago, num trago.
Se trago as lembranças
de tudo que aprendi.
Lembro que passado
importa, com sua importância,
de lembrar que hoje,
sou o que estou,
pela minha esperança
de lembrar que aprendi
que no futuro
a gente põe em prática
todas as instâncias.

Passado, memórias?
Futuro, esperança?
Agora é,
Realmente agora?

2 comentários:

Anônimo disse...

Alinhê -> eu qeria saber qdo esse agora chega...pois sinto q nele estão as respostas p passado e p futuro, mas qdo saber q ele chegou? E se chegou, será q jah passou?

Ma disse...

esses paradoxos são a tua marca... e o texto, como disse pra tu... impactante demais :] :*