sexta-feira, 19 de setembro de 2008

De adverso a auspicioso

E eu que durante todo esse tempo guardei
um pedaço de tudo dentro de mim
agora me desfaço de cada sentimento
desato todos laços e vou seguindo...
Vou me vestindo de desapego,
mas sinto em todos os sentidos um aconchego
E deixo viver e aflorar cada um,
tendo consciência das suas efemeridades
como em um passeio de bicicleta
pedalando, sentindo o vento no rosto
vendo as flores, as árvores, rios e mares
sabendo que estão passando por mim
mas que por um instante
e por este fugaz instante
eu vivi e fui cada coisa
que guardava antes.

10 comentários:

Cld disse...

será que eu captei algo nas entrelinhas? bom, de qualquer forma, gostei.

saudade do galo

Camila disse...

estado mórbido, durante o qual se tem a sensação de falta de equilíbrio e em que todos os objetos parecem girar à nossa volta

Nelson disse...

Bora agilizar uma floresta pra acampar!!

Anônimo disse...

dramatico???

marcia disse...

muito bom.

thayana disse...

não sei comentar direito..
mas ...
gostei mto... :)

Lusy Yoruichi disse...

Liberdade.. x)~~
Sem compromissos uhu

Anônimo disse...

As vezes o desapego nos faz voltar a ser o q éramos em nossa essência mais original, q acabamos por esqecer devido a relaçoes q nos consomem e nos modificam tanto =/
Liga n...to num momento meio down...

Anônimo disse...

Eh Alinhê aí em cima ^^

sarah disse...

desapego.. isso é bom e ruim.
cuidado. temos que nos apegar a alguem ou a algo sempre.

bjo homi :)