domingo, 7 de setembro de 2008

Tímido

Queria eu poder chorar
Sentir o vento à me banhar
Criar coragem pra gritar
Que eu te adoro, sem hesitar...

Mas minha voz é baixa
Cala-se com um olhar
Como se dentro de uma caixa
Houvesse guardado meu gritar

Agora calado, sinto
Ainda sim não minto
Te adoro, digo sem hesitar

Mas digo baixo, no teu ouvido
Só pra você escutar
E dizer que não estou iludido.

1 comentários:

Ma disse...

a mais bonita :)