sexta-feira, 5 de setembro de 2008

E no dia do renascimento agnogênico...

Desconheço.
Movimentos de momentos e movimentos...movimentos
circulares, disforme...conforme o que for procedendo

desconforto mental
ansiedade gigante
momentos entediantes
é cortante
sou? Não sou
Essa confusão?

A vida é uma coincidência
Piquenas...pequenas e cada vez maiores
Até se dispersar e retornar ao có.
Um emaranhado de incidências
Enroladas no mesmo novelo
Ao som de um delirium
Ecoando com o interior
Inerte no nada
Observando
Muita luz, muito forte

É de dentro...
Vem de dentro
Vem da alma
Raiou como nunca o sol
Raiou de dentro do meu peito
A explosão de luz luz luz luz luzzzz
Sensações sentimentais não sentem tanto
Toda anunciação tem seu deleite
Na confusão

No mundo que meus movimentos são estáticos
Meus pensamentos divagam do tempo em que os relógios comem

1 comentários:

Camila disse...

No mundo que meus movimentos são estáticos


frase fodástica